Sistema para análise por tração estática TreeQinetic
clique nas fotos para ampliá-las

Para estudar a estabilidade ou risco do rompimento de uma árvore, podemos contar com os métodos “elastômetro” e “inclinômetro” desenvolvidos por Wessolly e Sinn da Universidade de Sttutgart em meados dos anos 80, que preservam a proteção da árvore em suas medições. O princípio básico deste método consiste em expor uma árvore a uma carga fictícia definida, e ao mesmo tempo, medir a reação das fibras da madeira (medição de alongamento e compressão com um “elastômetro”) e a fixação das raízes próximo ao tronco (medição das raízes da base com “inclinômetro”). A força de simulação do vento é produzida com auxílio de uma máquina de tração (guincho, etc.) que esteja fixo num ponto e com um cabo de aço ligado à árvore a ser examinada. As forças aplicadas serão medidas com um “dinamômetro”.

O sistema TreeQinetic registra de forma automática e contínua todos os dados durante os ensaios de tração. Um sistema completo é composto por:

1. Medidor de força (ou “dinamômetro” ou célula medidora de força);
2. Pelo menos um “elastômetro” que mede o alongamento ou a compressão das fibras da madeira - Resolução 0,001mm;
3. Pelo menos um "inclinômetro” (medidor de inclinação) que mede a inclinação da base das raízes - Resolução 0,005°;
4. ArboStat Software de avaliação;
5. Um medidor de vento opcional pode registrar a força e a direção do vento. Todos os dados colhidos são transferidos diretamente online para um PC (wireless ou cabo).